terça-feira, 8 de junho de 2010

Arquitetura Bioclimática

A Arquitetura Bioclimática é o estudo que busca a harmonização das construções ao clima e características locais. Manipula o desenho e elementos arquitetônicos afim de otimizar as relações entre homem e natureza, tanto no que diz respeito à redução de impactos ambientais quanto à melhoria das condições de vida humana, conforto e racionalização do consumo energético. Esse tipo de Arquitetura utiliza fontes alternativas de energia, e é de alta eficiência energética, porque economiza e conserva a energia que capta, transforma ou produz em seu interior, reduzindo, assim, o consumo energético.
No aspecto energético, a economia de energia proporcionada pela utilização de um projeto de Arquitetura Bioclimática se dá pelos mecanismos existentes dentro desta prática, que aproveitam fontes naturais de energia. Esses mecanismos têm como metas o aumento da recepção da luminosidade e do calor, utilização dos ventos para ventilação natural e até geração de energia, e também, a criação e melhoria de equipamentos e sistemas necessários ao uso da edificação que proporcionem captação, acumulação e aproveitamento dessas energias naturais.

A utilização de técnicas como a Arquitetura Bioclimática é vantajosa em um cenário onde a diminuição do consumo energético é cada vez mais visada. Uma construção Bioclimática é eficiente na redução da energia consumida e diminui uma parcela de contribuição dos problemas ambientais. Tendo uma harmonia com a natureza, recorre a ela para resolver parte de suas necessidades, podendo dar uma economia energética total de 50% a 80% em relação a um projeto não Bioclimático.
Existem idéias que utilizam os conceitos da Arquitetura Bioclimática para o desenvolvimento de projetos de habitação sustentável. O projeto Ecohouse Urca visa mostrar a viabilidade de idéias como essa. Aquecimento solar de água, aproveitamento da luminosidade natural e uso mais racional da iluminação artificial, além da ventilação natural e proteção térmica das fachadas e telhados estão entre os conceitos utilizados pelas arquitetas Alexandra Lichtenberg e Maria Fernanda da Silveira, responsáveis pelo projeto. Por saber que edificações urbanas, como temos hoje, são elementos poluidores quase tão grandes quanto automóveis e fábricas danificando o meio ambiente o projeto busca aliar redução na demanda de energia elétrica e diminuição da degradação do planeta.

Referência:
SOUZA, Adonis Arantes de. Arquitetura Biocimática. Laboratório de Fon tes Alternativas de Energia - LAFAE/UFRJ. Dispovível em:http://www.dee.ufrj.br/lafae